Dia Mundial da Saúde: normas da ABNT garantem segurança e qualidade para máscaras e equipamentos médico hospitalares

De jaqueline

A ABNT contribuiu com o enfrentamento da pandemia da COVID-19, disseminando informações sobre máscaras, ventiladores pulmonares, entre outros

Após um longo período de enfrentamento da pandemia da Covid-19, o Dia Mundial da Saúde, comemorado no dia 7 de abril, será marcado por homenagens a todos que atuaram no atendimento e combate à doença.

Mesmo diante de todos os desafios impostos, a chegada da pandemia foi um direcionador importante para a ABNT — Associação Brasileira de Normas Técnicas. Isso porque, em meio a adaptações ao novo cenário, a ABNT contribuiu com a disseminação de informações e orientações sobre máscaras de proteção e ventiladores pulmonares, entre tantos outros temas importantes para o enfrentamento da doença.

No momento de intensa procura por máscaras de proteção respiratória e por respiradores, por exemplo, a ABNT desenvolveu as Práticas Recomendadas ABNT 1002 para máscaras não profissional e a ABNT 1005 voltada à proteção cirúrgica. “Os documentos normativos até hoje são consultados por oferecerem um guia informativo para produção e fabricação de máscaras de proteção respiratória, assim como orientação para o seu uso correto, reuso e descarte, além dos requisitos relacionados a matérias-primas, design, embalagem, rotulagem, desempenho, normalização, legislação e regulamentação”, afirma o presidente da ABNT, Mario William Esper. A procura foi tanta, que recentemente já foram abertos os processos de revisão dos documentos.

Ainda na pandemia, em agosto de 2021, foi publicada a norma ABNT NBR 15052 (Máscara de uso odonto-médico-hospitalar — Requisitos e métodos de ensaio), que aborda os requisitos de confecção, projeto, desempenho e métodos de ensaio para as máscaras de uso odonto-médico-hospitalar.

Durante o enfrentamento da Covid-19, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) liberou ainda o acesso gratuito a normas técnicas relacionadas à fabricação, importação e aquisição de dispositivos médicos, ventiladores pulmonares e outros produtos.

“Tudo isso para agilizar a fabricação e a importação de produtos de menor risco e essenciais ao combate à Covid-19 em conformidade com os regramentos sanitários e as normas técnicas aplicáveis, como máscaras cirúrgicas, óculos de proteção, protetores faciais, respiradores e vestimentas hospitalares descartáveis, entre outros”, recorda-se o dirigente.

Outras frentes

A ABNT conta ainda com um rico acervo de normas Comitê Brasileiro ABNT/CB-026, Odonto-médico-hospitalar, com mais de 34 documentos produzidos somente nesse ano.

Todo o acervo de normas técnicas voltadas ao tema pode ser consultado, no ABNT Catálogo

Veja também