Em um ano, planos de saúde ganham mais de 10 mil beneficiários no Distrito Federal

De jaqueline

Aumento foi de 1,1% entre setembro de 2020 e setembro de 2021; para a FenaSaúde, crescimento reflete a preocupação cada vez maior dos brasileiros com a saúde

Os planos de saúde ganharam 1,9 milhão de novos beneficiários desde junho de 2020 em todo o país, segundo dados da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) sobre o comportamento do mercado durante a pandemia. Em junho do ano passado, o sistema contabilizava 46,7 milhões de beneficiários, o patamar mais baixo de 2020. Em setembro deste ano, o número chegou a 48,6 milhões.

O Distrito Federal foi um dos lugares com crescimento. Dados da ANS mostram que os planos ganharam 10,1 mil novos beneficiários da capital do país entre setembro de 2020 e setembro de 2021. O Distrito Federal agora conta com 923,6 mil usuários de planos de saúde, uma alta de 1,1% no período. Com isso, 29,8% da população do local contam com cobertura de plano de saúde privado.

Para a FenaSaúde, entidade que representa os 15 maiores planos do país, é fundamental incentivar esse crescimento, a fim de garantir que mais pessoas tenham acesso à saúde suplementar. E isso passa por mudanças profundas no Marco Legal da saúde suplementar que está em discussão no Congresso Nacional. Entre elas, maior segmentação, com mais modalidades de cobertura; novos modelos de franquias e coparticipação; e mais liberdade para a comercialização de planos individuais, com regras competitivas para preços e reajustes.

“Outro ponto importante é diversificar e ampliar os tipos de coberturas que podem ser oferecidos, a chamada modulação de produtos, pois hoje são apenas cinco opções, restringindo a criação de opções adequadas para o perfil de cada família ou empresa”, ressalta a diretora executiva da FenaSaúde, Vera Valente.

Veja também