Gestão automatizada de estoques gera valor, evita rupturas e garante tratamento eficiente na saúde

De jaqueline

Executivo da FCamara defende que valor gerado com automação hospitalar repercute bem entre os envolvidos na atenção à saúde

Estoques hospitalares exigem um trabalho meticuloso de controle para que os insumos não faltem quando a equipe e os pacientes mais precisam. Muitas vezes, eles são abastecidos manual e presencialmente — há profissionais responsáveis por se deslocar até as unidades de saúde de carro, contar as quantidades utilizadas e calcular o necessário para o ciclo seguinte.

Mas a transformação digital tem deixado sua marca em praticamente todos os setores, e a saúde não é exceção. Espera-se que, até 2030, o setor hospitalar experiencie um crescimento anual global expressivo de 17,9%, de acordo com um estudo realizado pela consultoria Grand View Research.

Pensando nisso, a multinacional brasileira FCamara, ecossistema de tecnologia e inovação que potencializa o futuro de negócios, desenvolveu um projeto para automatizar a checagem e contabilização de estoque consignado, implementando tecnologias que otimizam, rastreiam e monitoram as reservas hospitalares. A ideia é redefinir operações internas e gerar mais valor aos negócios.

A ação procura mitigar problemas recorrentes na rotina diária das unidades, como falta de medicamentos e ruptura de estoque, gerenciar melhor os prazos de validade e reduzir o ciclo de faturamento com acompanhamento de consumo em tempo real.

A implementação da tecnologia permitiu a automatização da contagem de estoque por meio da Internet das Coisas (IoT), eliminando a necessidade de grandes quantidades de papel e a obrigação de deslocamento para verificações de estoque frequentes. Como consequência disso, houve também uma redução significativa na queima de combustíveis fósseis e economias financeiras substanciais.

Tudo isso contribui com a geração de valor dos negócios. Além de bater as metas econômicas, reduzindo custos e melhorando a eficiência dos processos, colabora com a manutenção dos compromissos de sustentabilidade da empresa, duas frentes que costumam andar juntas.

“Uma implementação eficaz da automação é benéfica tanto para os hospitais quanto para os fornecedores de insumos. Essa abordagem sistêmica possibilita a previsão de rupturas de estoque e vencimento de produtos, garantindo ao corpo clínico a disponibilidade de recursos, otimizando o tempo de resposta. Além disso, esse avanço acaba gerando valor também na ponta do processo, melhorando substancialmente a experiência do paciente ao ter um tratamento mais ágil”, observa Marcos Moraes, diretor da vertical de saúde da FCamara.

A seguir, o executivo explica quais são os principais ganhos para as diferentes partes envolvidas na prestação de cuidados.

Hospitais, clínicas e laboratórios

A automação de estoques capacita essas instituições a aprimorar a gestão de recursos, permitindo o rastreamento do histórico de consumo e a identificação de padrões de demanda. Isso resulta em um controle mais eficiente do espaço de armazenamento, refletindo-se em operações mais eficazes, além de uma significativa redução de custos operacionais e minimização de falhas.

Fornecedores de insumos
Essa abordagem proporciona uma visão mais precisa da demanda por parte do fornecedor, permitindo o ajuste de suas entregas à unidade de saúde, de acordo com suas necessidades reais. Com a capacidade de prever custos e identificar possíveis rupturas ou datas de vencimento, o fornecedor pode tomar ações proativas para evitar a insatisfação do cliente e a perda de negócios para a concorrência, ao mesmo tempo que otimiza o ciclo de faturamento. Isso tem o potencial de fortalecer relacionamentos comerciais, contribuindo para maior fidelização.

Corpo clínico e pacientes
Com menos tempo dedicado a tarefas administrativas de estoque, médicos, enfermeiros e outros profissionais da saúde ganham a tranquilidade de que os recursos estarão prontamente disponíveis quando necessário, permitindo que eles se concentrem mais no atendimento direto aos pacientes. Essa dedicação direta ao cuidado clínico se reflete em uma melhor experiência para o paciente, uma vez que menos rupturas de reservas garantem uma continuidade mais suave do atendimento médico, assegurando tratamentos ininterruptos, uma assistência médica mais eficaz e, por fim, uma experiência positiva.

Sobre a FCamara
A FCamara, multinacional brasileira, é um ecossistema de tecnologia e inovação que potencializa o futuro de negócios integrando visão estratégica com execução inteligente, lado a lado com seus clientes, para proporcionar experiências transformadoras. Com um time altamente especializado, o grupo atua em Transformação Digital, E-commerce & Marketplace, Inovação, Cloud & Cibersegurança, Open Finance & Open Insurance, Data & Analytics e Marketing Digital, junto aos principais players de varejo, saúde, seguros, mercado financeiro, indústria e outros segmentos. Foi eleita 5 vezes como a Melhor Empresa na categoria de serviços de e-commerce pela ABComm e é líder em soluções digitais, sendo considerada hoje a maior empresa de serviços para e-commerce da América Latina. Hoje, o grupo conta com operações no Brasil, Europa e Reino Unido, e mais de 1.000 empresas atendidas em sua história. Saiba mais em www.fcamara.com.

Veja também