TODOS PELA AMAMENTAÇÃO

De jaqueline

Ministério da Saúde lança campanha para incentivar o aleitamento materno

Para informar a população sobre a importância do aleitamento materno e incentivar mulheres a amamentar, o Ministério da Saúde lançou na última quinta-feira, 29, a campanha “Todos pela amamentação. É proteção para a vida inteira”.

O objetivo da iniciativa, que conta com o apoio institucional da Federação Brasileira de Hospitais (FBH), é incentivar mulheres a amamentar até os 2 anos ou mais e, de forma exclusiva, nos seis primeiros meses da criança, mesmo em casos de Covid-19. A publicidade está veiculada em sites, redes sociais e páginas da internet até o próximo dia 15 de agosto.

O leite materno é a melhor fonte de nutrição para bebês e a forma de proteção mais econômica e eficiente para diminuir as taxas de mortalidade infantil, sendo capaz de reduzir em até 13% os índices de mortes de crianças menores de cinco anos. 

Desde 1981, o Ministério da Saúde coordena estratégias para proteger e promover a amamentação no Brasil. Números revelam que os índices nacionais do aleitamento materno exclusivo entre crianças menores de 6 meses aumentaram de 2,9% para 45,7% quando se compara o período de 1986 até 2020. 

Por ano, cerca de seis milhões de vidas são salvas por causa do aumento das taxas de amamentação exclusiva até o sexto mês de idade, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A prática protege a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias, além de evitar o risco de desenvolver hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade na vida adulta.

Com informações do Ministério da Saúde

Crédito da imagem: Freepik

Veja também