Adelvânio Morato é reeleito para presidência da Federação Brasileira de Hospitais

De jaqueline

Por aclamação, a Federação Brasileira de Hospitais (FBH) reelegeu, na última sexta-feira, 25, o médico Adelvânio Francisco Morato para mais um mandato à frente da Entidade. Com a reeleição, Morato, que também preside a Associação dos Hospitais do Estado de Goiás (AHEG), seguirá na presidência da FBH até 2025. Completam a nova Diretoria Luiz Aramicy Bezerra Pinto, como secretário Geral; e Mansur José Mansur, como Diretor Tesoureiro.

“Vamos continuar trabalhando e nos colocando à disposição de todos os setores da sociedade na busca de soluções e conquistas cada vez mais representativas, no sentido de aprimorar o desenvolvimento dos hospitais através do debate e da união de todas as federadas”, disse o presidente reeleito, em mensagem enviada a todos os associados.

Em 2019, ao tomar posse para seu primeiro mandato, Morato priorizou ações para potencializar a capacitação profissional e promover mais qualificação gerencial nas unidades hospitalares privadas do país. Sob a sua coordenação, a FBH avançou na produção de importantes publicações voltadas ao preparo e atualização de técnicos do setor, a exemplo do “Manual do Gestor Hospitalar, Volumes 1, 2 e 3”.

Antecipando-se às necessidades do setor, a FBH lançou, também durante a sua gestão, o Guia LGPD para o setor hospitalar, uma publicação voltada a esclarecer dúvidas sobre a implementação da nova legislação que trata da proteção de dados digitais.

Outro importante avanço implementado durante a gestão de Morato na FBH está na atuação do Departamento de Internacionalização da entidade. Nos últimos anos, a FBH passou a ser a única representante brasileira com assento no Conselho Governamental da International Hospital Federation (IHF). Essa interação com comitivas internacionais tem possibilitado à FBH uma constante troca de informações e conhecimentos com técnicos renomados de todo planeta.

O debate propositivo sobre os rumos da saúde no país, assim como o posicionamento político diante de projetos que têm impacto direto no setor, também têm sido prioridades da FBH, nesses últimos anos. A entidade tem estreitado o relacionamento político com parlamentares e se dedicado a acompanhar a tramitação de temas importantes no legislativo nacional, a exemplo da Reforma Tributária e do PL que institui o piso de enfermagem.

“Esses últimos anos, como já é de conhecimento de todos, foram muito desafiadores, pois tivemos que enfrentar uma pandemia que devastou sistemas de saúde e levou consigo milhares de vidas. Contudo, mantivemos uma atuação focada, nos colocando, por um lado, à disposição do Ministério da Saúde para contribuir no que fosse necessário ao enfrentamento da crise, e, por outro, atuando como porta-vozes dos hospitais nos momentos mais difíceis, principalmente quando faltaram insumos e profissionais de saúde na linha de frente”, recorda Morato.

Por Assessoria/FBH

Veja também