AHERJ alerta população para risco de colapso no atendimento hospitalar do Rio de Janeiro

De jaqueline

O diretor da Associação dos Hospitais do Estado do Rio de Janeiro (AHERJ), Gracco Alvin, alertou a população para a importância da adoção ininterrupta de medidas preventivas para conter o avanço de casos de covid-19 no Estado. De acordo com Alvin, as taxas de contágio da doença estão elevadas e, se mantiverem como estão, o Estado corre risco de colapso na rede hospitalar.

“Se continuarmos com esse nível de contágio, não vamos conseguir atender a toda demanda”, disse Gracco Alvin, durante reportagem produzida pela Rede Record.

Atualmente, na capital fluminense, a taxa de ocupação das UTIs do Sistema Único de Saúde (SUS) para covid-19 é de 93%. Na rede estadual, 74% dos leitos para tratamento intensivo estão ocupados. Já na rede privada, a lotação nas UTIs alcançou 98%.

Leia a reportagem na íntegra aqui

Veja também