Campanha de vacinação na Fiesp vai aplicar dose de reforço da Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos e 2º dose de reforço em pessoas com 50 anos ou mais

De jaqueline

Também será aplicada gratuitamente a vacina da Influenza em pessoas com 50 anos ou mais. Ação acontece nos dias 8, 9 e 10 de junho

A Fiesp e a Prefeitura de São Paulo realizam mais uma campanha de vacinação, e agora com a dose de reforço liberada para adolescentes de 12 a 17 anos e 2ª dose de reforço para pessoas com 50 anos ou mais. Outra novidade é a vacina de influenza (gripe) para adultos a partir de 50 anos. Nos dias, 8, 9 e 10 de junhodas 8h30 às 12h30, acontece a ação em frente ao edifício-sede da Fiesp, na Avenida Paulista, 1313.

Também estarão disponíveis gratuitamente as vacinas SCR (Sarampo, Caxumba e Rubéola), Dupla Adulto (Difteria e Tétano) e Hepatite B. Para participar da campanha, é necessário trazer a carteira de vacinação ou um documento com foto.

Quem pode se vacinar

Dose de Reforço Covid-19: Pessoas a partir de 12 anos que tenham tomado a segunda dose há no mínimo 4 meses ou 122 dias completos. Pessoas que tiveram covid-19 recentemente podem se vacinar, desde que tenha passado 30 dias da data em que se iniciaram os sintomas, ou, caso assintomático, 30 dias a contar da data do exame positivo.

Segunda dose de reforço Covid-19: Pessoas com 50 anos ou mais, profissionais da saúde e imunossuprimidos com comprovação do diagnóstico.

Influenza (trivalente): Pessoas acima de 50 anos ou mais e trabalhadores da área da saúde.

SCR: Pessoas até 29 anos são recomendadas duas doses; acima de 29 anos dose única; e profissionais da saúde 2 doses independentemente da idade. Caso não tenha vacina anterior ou documento de comprovação (caderneta de vacinação) e precisar fazer duas doses, o intervalo mínimo entre elas deve ser de 1 mês. (Avaliação será necessária)

Dupla Adulto: Pessoas com 7 anos ou mais sem vacinação anterior ou sem documento de comprovação. O esquema vacinal é de três doses, com revacinação a cada 10 anos. Caso não tenha vacina ou comprovação anterior (caderneta de vacinação), deve-se começar o esquema desde a Dose 1. (Avaliação será necessária)

Hepatite B: A partir do nascimento. Deve-se receber uma dose na maternidade ao nascer e então inicia-se esquema de 3 doses. O esquema não é repetido a não ser em situações especiais. Esquema de vacinação: D1 no primeiro comparecimento, D2 após 1-2 meses e D3 6 meses após D1 (intervalo mínimo entre as doses: 1 mês). (Avaliação será necessária).

Restrições

Gestantes e pacientes imunodeprimidos não poderão tomar a vacina SCR (Sarampo, Caxumba e Rubéola).

CASO NÃO TENHA A CARTEIRINHA DE VACINAÇÃO, POSSO?

Sim, se for adulto e não tiver o documento. Sem a comprovação considera-se como pessoa não vacinada, e a indicação é fazer o esquema vacinal desde o início

Segurança

Todas as vacinas são seguras e autorizadas pela Anvisa, e constam no calendário de vacinação de crianças, adultos e idosos, do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Veja também